Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Não Me Façam Perguntas Difíceis a Esta Hora

Um blog sobre os gostos literários, televisivos e cinematográficos de alguém que tem muitas aventuras para partilhar com a sua Baby e sem ela...

Não Me Façam Perguntas Difíceis a Esta Hora

Um blog sobre os gostos literários, televisivos e cinematográficos de alguém que tem muitas aventuras para partilhar com a sua Baby e sem ela...

07.09.22

Sobre o Livro #51 Shore Desvendado - M.G. Ferrey

Será que vale o Hype?


Tânia Oliveira

Olá!

Vamos falar do livro M.G.Ferrey - Shore Desvendado? 

Shore Desvendado é o segundo volume da saga Aquorea. O primeiro volume chama-se Aquorea - Inspira e o segundo volume Shore - Desvendado. Para quem não conhece estes dois livros, eu faço um pequeno resumo: é sobre um mundo desconhecido, chamado Aquorea, que fica por debaixo da superfície e que tem uma ligação muito especial com o mundo como o conhecemos, a Superfície. Esta ligação é posta à prova, quando um acidente acontece com a Ara, uma das personagens principais. A partir daí, tudo se desenrola e mais não digo porque não quero spoilar. 

Antes de mais, fiz a leitura destes dois livros em conjunto com uma amiga que me convenceu a lê-los. Para mim, isto são livros que se poderiam inserir na categoria Young Adult Fantasia com vestígios eróticos. No primeiro livro, conhecemos o núcleo de personagens principais: Ara, Kai, Colt, Anadir, entre outros. Apesar de existir um vasto grupo de personagens importantes, o livro irá-se dividir-se em duas vozes: a de Ara e Colt. Será por causa do incidente de Ara que o leitor conhece o mundo criado pela autora, Aquorea. Este mundo e o da Superfície têm as suas diferenças, a nível social e cultural. Este foi um dos aspectos que achei interessante. Não criar uma imitação barata do nosso Mundo, mas sim criar uma realidade diferente. Outro aspecto relevante, cujo me agradou foram as personagens secundárias. Estão bem construídas. Contudo, também é um aspecto que me causou um pouco de desconforto visto que elas poderiam estar mais desenvolvidas, dentro do rumo da narrativa deste livro. Poderia ter dado a conhecer mais ao leitor as intenções das mesmas relativamente às personagens principais. Desta forma, tornaria a estória mais interessante e cativante.

Algo que também não me agradou foram alguns capítulos que não acrescentaram nada à estória, não serviam qualquer propósito. Caso não existissem estes capítulos, acredito que a obra ganharia mais qualidade. 

Mas, o aspecto que me desagradou por completo foi a estória de amor. A intenção da autora era criar uma estória de amor única, pré-destinada. Contudo, aos meus olhos, aquela estória roçava mais a obsessão ou a possessividade do que aquilo que a sociedade entende por uma relação amorosa saudável. 

Algo que, na minha perspetiva piorou no segundo volume. Enquanto no primeiro volume, as vozes dominantes eram a de Colt ou a de Ara, na sua maioria, no segundo volume esse cargo coube a Kai. Resumindo o segundo volume, é a versão masculina do primeiro volume. É uma versão mais curta do primeiro volume e sem qualquer tipo de novidade, quanto ao enredo. 

Ao assumir esta posição estratégica, acho que a autora poderia ter pensado em novas situações que se enquadrassem na linha de narrativa e criar novos momentos. Novidades para que os leitores pudessem descobrir mais camadas das personagens. O facto disto não ter acontecido acabou por tornar o livro aborrecido. Mesmo que o título já desse indicações nesse sentido, de que seria centrado no Kai, era esperado outro tipo de atitude na narrativa. 

Não acho que tenha sido uma boa jogada da autora e da editora. Acho que poderiam ter agarrado no final aberto do primeiro livro e dar a continuação desejada que os leitores estavam à espera. 

Neste segundo volume, conhecemos um pouco mais de Kai, do amor que ele sente que, mais uma vez descrevo como obsessão por uma pessoa. Espero que a autora mude o rumo desta estória de amor e não a torne mais obsessiva num terceiro volume. 

E que desenvolva mais as personagens secundárias que estão mais interessantes do que as principais. 

Não são livros que aconselho. Acho que a nível de fantasia, erótica ou não, existem melhores opções. Não sou especialista em livros de fantasia, mas assim que tiver sugestões melhores, deixa-las-ei aqui para vocês. 

Avaliação: 

Goodreads: 2 em 5 

Devaneio: 2,5 em 5

O que acharam deste livro?

Kisses,

Tânia